Publicidade

11 de Março de 2014 - 01:11

Por Ayr Aliski - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Brasil terminou 2013 com 18,019 milhões de assinantes dos serviços de TV paga, o que representa um crescimento de 11,31% sobre 2012 (ano que encerrou com 16,188 milhões de clientes da TV por assinatura). Considerando critério do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de um número médio de 3,2 pessoas por domicílio, a TV por assinatura atingiu público de 57,66 milhões de brasileiros ao final do ano passado. Esses dados foram apresentados nesta sexta-feira, 7, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

De cada cem domicílios brasileiros, 28,42 contavam com serviços de TV por assinatura em dezembro passado, indica a Anatel. A maior densidade foi verificada no Estado de São Paulo, onde 48,89 de cada cem domicílios tinham TV paga nessa data. O índice mais baixo foi verificado no Piauí, onde 7,14 de cada cem domicílios tinham TV paga ao final de 2013.

Por tipo de tecnologia, o Serviço de Distribuição de Sinais de Televisão e de Áudio por Assinatura Via Satélite (DTH) terminou o ano passado na liderança, com 11,127 milhões de acessos, ou seja, 61,75% do total. O restante é dividido entre outras tecnologias, como meios físicos confinados (Serviço de TV a Cabo - TVC), mediante utilização do espectro radioelétrico em micro-ondas (Serviço de Distribuição de Sinais Multiponto Multicanal - MMDS) e na faixa de UHF (Serviço Especial de Televisão por Assinatura - TVA).

Na divisão de mercado, a liderança ficou com o grupo NET/Embratel, com 9,660 milhões de assinantes, ou seja, 53,61% do total. Em segundo lugar ficou o grupo Sky/Directv, com 5,371 milhões de acessos, ou 29,81% do total. A Oi ficou com a terceira colocação, com 828 mil acessos (4,60%). A GVT obteve a quarta posição, com 677 mil acessos (3,76%); e a Telefônica ficou em quinto lugar, com 593 mil acessos (3,30%). Também são citados Viacabo, Algar, NossaTV, TV Cidade, Jangadeiro, Cabo Serviços, todas com menos de 1% de participação, cada. Ao apresentar hoje tais dados, a Anatel ressalvou que os relatórios publicados refletem os dados disponíveis em 7 de fevereiro de 2014 e podem sofrer alterações.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?