Publicidade

09 de Dezembro de 2013 - 18:49

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Com 13 pontos em cinco partidas, o Real Madrid tem a classificação para as oitavas de final e a liderança do Grupo B da Liga dos Campeões da Europa já asseguradas a uma partida para o fim desta primeira fase. Nesta terça, a equipe apenas cumpre tabela contra o Copenhague, fora de casa. Seria a oportunidade perfeita para Carlo Ancelotti poupar alguns jogadores, mas ele parece pensar de outra forma.

O treinador italiano confirmou a equipe com força máxima, inclusive com Gareth Bale, que, gripado, foi desfalque diante do Olímpic de Xativa, sábado, pela Copa do Rei. "Ele se recuperou de um pequeno problema. Se recuperou, treinou e amanhã (terça) vai jogar sem problemas, como o Xabi Alonso. Amanhã teremos a melhor equipe possível."

Outro que estará de volta é o atacante Cristiano Ronaldo, que se recuperou de problema físico recentemente e não atuou no sábado por estar suspenso. O próprio Carlo Ancelotti já havia garantido o retorno do português, mas preferiu não comparar a ausência dele no Real com o desfalque de Lionel Messi no Barcelona.

Perguntado se o Real havia tido mais facilidade para se acostumar a jogar sem Cristiano Ronaldo do que o Barcelona sem Messi, Ancelotti desconversou. "Não gosto de comparar o que nós fazemos com o que faz o Barcelona. A equipe jogou muito bem sem o Cristiano Ronaldo porque sua ausência deu mais motivação para todos os demais", avaliou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?