Publicidade

17 de Dezembro de 2013 - 10:37

Por Eduardo Rodrigues - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira, 17, a nova metodologia de cálculo para o custo de capital utilizado na definição da receita teto dos leilões de empreendimentos transmissão de eletricidade, com aumento na taxa de retorno desses investimentos (WACC). O retorno sobre capital próprio passará de 8,81% real (sem impostos) para 10,45% real, enquanto o retorno sobre capital de terceiros permanecerá em 3,31% real.

Para 2013, o WACC de todos os leilões foi de 4,60% real, mas agora o porcentual será variável para cada leilão, mas sempre maior que o índice deste ano. Isso porque a alavancagem dos projetos, que era fixa em 63,55% para efeitos de cálculo da tarifa teto, agora será calculada individualmente para cada empreendimento. Ou seja, quanto menor for a parte financiada dos projetos, maior será a parcela investida com capital próprio e, consequentemente, maior será o retorno (WACC).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?