Publicidade

11 de Março de 2014 - 01:11

Por Luciana Collet e André Magnabosco - Agencia Estado

Compartilhar
 

O diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) André Pepitone, disse nesta sexta-feira, 7, que o calendário de leilões do segmento de transmissão será intenso este ano. Após a realização do leilão de Belo Monte, na manhã de hoje, já há um segundo marcado para 9 de maio, quando deverão ser contemplados 13 lotes, com 2,5 mil quilômetros de linhas, e investimento total estimado em R$ 4,5 bilhões. "Então veremos no primeiro semestre R$ 10 bilhões de investimentos só em linhas de transmissão", disse Pepitone, referindo-se ao fato que o lote leiloado hoje tem obras orçadas em R$ 5,1 bilhões.

Além desse leilão, está previsto outro para julho, com mais 5 lotes de transmissão, que devem somar investimento de R$ 1 bilhão. A Aneel também planeja mais dois leilões no segundo semestre, sendo um deles o do segundo bipolo de Belo Monte, que ligará a usina ao Estado do Rio de Janeiro. O linhão leiloado nesta sexta-feira ligará Belo Monte à divisa de Minas Gerais com São Paulo.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Moacir Bertol, acrescentou que o governo ainda avalia se efetivamente o segundo bipolo deve ser leiloado no segundo semestre. "A Empresa de Planejamento Energético (EPE) já providenciou os estudos sinalizando a necessidade da construção da linha até 2019, o ministério está avaliando e por estes dias deve tomar uma decisão", disse. Para ele, o sucesso do leilão da primeira linha, conquistada por consórcio formado por Furnas, Eletronorte e State Grid após deságio de 38%, já sinaliza positivamente.

Ele acrescentou que no segmento de geração estão planejados sete leilões, a começar com a Usina Três Irmãos, marcado para março, e o primeiro leilão A-3, em junho. Segundo ele, estão previstos mais um A-3 e dois A-5, sendo um no primeiro e outro no segundo semestre. Além disso, ele considerou um leilão A-1 e um leilão de reserva.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?