Publicidade

12 de Dezembro de 2013 - 16:19

Por Wellington Bahnemann - Agencia Estado

Compartilhar
 

O quarto leilão de transmissão de 2013 será disputado por sete proponentes, de acordo com a lista divulgada nesta quinta-feira, 12, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Ao todo, a licitação será disputada por cinco empresas e dois consórcios. O leilão será realizado nesta sexta-feira, às 10h, na sede da BM&FBOVESPA, em São Paulo.

Segundo a Aneel, companhias privadas (nacionais e estrangeiras) e estatais (federais e estaduais) irão disputar os quatro lotes do leilão, compostos de 466 quilômetros (km) em linhas de transmissão e de subestações com um total de 550 mega-volt-amperes (MVA) de potência. As novas instalações vão demandar investimentos da ordem de R$ 359 milhões em 6 Estados, com geração de 1.377 empregos diretos. O prazo de conclusão das obras será de 22 a 36 meses e os contratos de concessão são de 30 anos.

Serão licitadas cinco linhas de transmissão e três subestações, nos Estados de Minas Gerais, Rondônia, Maranhão e Ceará. A Receita Anual Permitida de referência (RAP) máxima a ser paga aos empreendedores, determinada no edital, é de R$ 38,7 milhões. Serão vencedores os proponentes que apresentarem o menor valor de RAP por lote.

Os proponentes são Abengoa; Alupar; Eletronorte; Consórcio Integrado Maranhense II - Elecnor (51%) e Copel (49%); Consórcio Transmissão de Energia Brasil - Braxenergy (70%) e LT Bandeirante Empreendimentos; Lintran do Brasil; Taesa.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?