Publicidade

19 de Dezembro de 2013 - 11:13

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Bayern de Munique poderá coroar de vez o seu espetacular ano neste sábado, quando enfrentará o Raja Casablanca, em Marrakesh, na final do Mundial de Clubes da Fifa, a partir das 17h30 (horário de Brasília). Antes disso, porém, já exalta o que o presidente do clube alemão, Uli Hoeness, qualificou como um 2013 'irrepetível'.

No fim da temporada passada do futebol europeu, encerrada neste ano, o Bayern se tornou o primeiro clube da história alemã a conquistar de uma só vez a Liga dos Campeões, o Campeonato Alemão e a Copa da Alemanha. "Temos que acostumarmos com a ideia de que vivemos um ano extraordinário. O ano de 2013 vai entrar para a história do Bayern. E não posso imaginar que seja possível repeti-lo", admitiu Hoeness, em conversa com jornalistas alemães no Marrocos, onde aproveitou para aliviar a cobrança natural que o seu time sofrerá em 2014.

"Devemos ter cuidado para o clube não entrar em uma situação de pressão a partir da qual ele não saiu", defendeu o dirigente, lembrando que não é possível conquistar sempre todas as competições em disputa de uma temporada. "Se você ganhar um título importante por ano, o Campeonato Alemão ou a Liga dos Campeões, ou mesmo a final da Copa da Alemanha, então está tudo bem", completou.

Atual líder disparado do Campeonato Alemão, no qual hoje tem sete pontos de vantagem sobre o vice-líder Bayer Leverkusen, o time de Munique estreou nesta edição do Mundial de Clubes da Fifa na última terça-feira, quando venceu o Guangzhou Evergrande, da China, por 3 a 0, com extrema facilidade. E, neste sábado, atuará como franco favorito diante do Raja Casablanca, mesmo atuando no país do adversário, que mais uma vez contará com forte apoio da sua torcida.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?