Publicidade

03 de Dezembro de 2013 - 19:10

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Mesmo já aposentado, Deco entrou nesta terça-feira com um recurso na Corte Arbitral do Esporte (CAS), a instância máxima da justiça desportiva mundial. O ex-jogador luso-brasileiro, de 36 anos, tenta reverter a punição por doping, que lhe rendeu uma suspensão de 1 ano em julgamento realizado no final de setembro pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Deco foi flagrado no exame antidoping em março, quando defendia o Fluminense no Campeonato Carioca. Ele alegou inocência, ao explicar que a contaminação de uma vitamina provocou a presença das substâncias proibidas hidrocloratiazida (diurético) e carboxi-tamoxifeno (hormônio) em seu organismo. Mesmo assim, foi condenado no final de setembro pelo STJD, no Rio.

Quando recebeu a suspensão de 1 ano do STJD, Deco já tinha encerrado a carreira. No final de agosto, cansado das seguidas lesões que impediam uma sequência de jogos pelo Fluminense, ele anunciou a aposentadoria. Agora, mesmo sem qualquer efeito prático para um ex-jogador, acionou a CAS para reverter a pena. Espera, assim, limpar seu nome da condenação por doping.

Segundo comunicado divulgado nesta terça-feira pela CAS, que fica instalada em Lausanne, na Suíça, Deco entrou com recurso para ser "inocentado de qualquer violação antidoping". A corte também informou que pretende definir a data do julgamento do ex-jogador nos "próximos dias".

Deco entrou em campo pela última vez no dia 21 de agosto, no final da vitória por 1 a 0 sobre o Goiás, no Maracanã, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Pelo Fluminense, onde estava desde 2010, conquistou dois títulos do Campeonato Brasileiro (2010 e 2012). Na Europa, teve passagens de enorme sucesso pelo Porto, Barcelona e Chelsea, além da seleção portuguesa.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você pretende substituir o ovo de Páscoa por outros produtos em função do preço?