Publicidade

19 de Janeiro de 2014 - 10:24

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Homens armados com rifles e facões atacaram um comboio de muçulmanos que fugiam da violência sectária na República Centro-Africana, matando 22 pessoas, incluindo três crianças, segundo informaram autoridades dos serviços de saúde. O ataque ocorreu perto da cidade de Bouar, no noroeste do país, na madrugada deste sábado.

O episódio mostra que as forças de paz da França e da União Africana não estão conseguindo conter a violência no país, que tem um histórico de golpes militares e ditaduras. Mais de mil pessoas morreram e quase 1 milhão tiveram de deixar suas casas desde que o líder rebelde Michel Djotodia tomou o poder no ano passado. Ele renunciou na semana passada, após forte pressão da comunidade internacional.

Um conselho de transição nacional deve votar nesta segunda-feira para escolher um presidente interino, entre 24 candidatos, mas há temores de que, qualquer que seja a decisão, uma nova onda de violência tome conta do país, em função da rivalidade entre tribos locais e da tensão entre cristãos e muçulmanos. Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?