Publicidade

11 de Março de 2014 - 06:52

Por AE-AP - Agencia Estado

Compartilhar
 

O austríaco Johannes Duerr, atleta do esqui cross-country, foi expulso da Olimpíada de Inverno, neste domingo, após dar positivo para EPO em exame antidoping. Este foi o quinto caso de doping nos Jogos de Sochi. "É um dia negro para nós", disse o presidente do Comitê Olímpico Austríaco, Karl Stoss, no último dia de competições na Rússia.

Duerr terminou em oitavo lugar no esquiatlo em 9 de fevereiro e realizou o teste sete dias depois, na Áustria, para onde tinha voltado com a intenção de treinar. Depois, ele retornou para Sochi, onde ia competir na prova de 50 quilômetros do cross-country neste domingo.

Stoss disse que a equipe austríaca estava "chocada" com o que aconteceu, acrescentando que Duerr foi testado 14 vezes antes nesta temporada, com todos os resultados sendo negativos. No aeroporto de Sochi, Duerr disse estar arrependido. Ele afirmou à TV austríaca que podia "apenas pedir desculpas a todos".

A entidade também armazenará amostras para analises futuras, que serão realizadas quando novos métodos para descobrir casos de doping estiverem disponíveis. O período irá variar de oito a dez anos, dependendo dos parâmetros do novo Código Mundial Antidoping.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?