Publicidade

16 de Janeiro de 2014 - 19:17

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Paulo Autuori foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira como novo técnico do Atlético-MG para a temporada 2014. O treinador chega para o lugar de Cuca, que se transferiu para o Shandong Luneng, da China, e levou o clube mineiro ao principal título da sua história em 2013: a Libertadores. Até por isso, Autuori sabe que sofrerá pressão por novos títulos na equipe.

"O Atlético-MG tem um grupo de altíssima qualidade e uma equipe já pronta. É um grupo que conquistou títulos e temos que saber que as exigências, agora, serão ainda maiores. Tenho que realçar essa estrutura fantástica e o material humano que faz essa estrutura funcionar. Vai ser um prazer trabalhar com essa equipe e espero transformar isso em ótimos resultados", disse.

O treinador ainda fez questão de elogiar o trabalho de seu antecessor, mas mostrou que pretende dar sua cara ao time. "Vou dar continuidade ao trabalho do Cuca, logicamente, cada um com sua característica, inclusive na maneira da equipe jogar. O grande trunfo do Atlético-MG é ter mantido esse grupo de jogadores."

Autuori chega ao Atlético-MG sob desconfiança, depois de um ano ruim em 2013, quando passou por Vasco e São Paulo e viu as duas equipes terem desempenho ruim sob seu comando. Para evitar que isso se repita em Belo Horizonte, o treinador já traçou o planejamento para 2014. "Vou trabalhar para qualificar a equipe ainda mais em termos táticos e buscar criar um equilíbrio entre os setores ofensivo e defensivo. Esse é o meu grande desafio já para esse começo de trabalho."

Se esteve longe de seus melhores dias em 2013, Autuori foi contratado por conta de seu currículo vencedor. O treinador já faturou campeonato importantes, como o Brasileirão de 1995, pelo Botafogo, a Libertadores de 1997 e a Copa do Brasil de 2000, pelo Cruzeiro, e a Libertadores e o Mundial de 2005, pelo São Paulo.

"Tive a grata satisfação de ter o convite aceito pelo Paulo, foi um convite em cima de critérios. Não fomos pulando de treinador a treinador. Ele foi muito bem falado aqui no Atlético durante muito tempo, pois trabalhou com membros da nossa comissão técnica fixa, que sempre me deram as melhores referências dele. Enfim, é um ciclo que continua no Atlético e quero encerrar meu mandato em 2014 com a mesma paz, organização e disciplina", comentou o presidente do clube, Alexandre Kalil.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?