Publicidade

04 de Janeiro de 2014 - 16:57

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Bayern de Munique gostou da ideia de se reforçar causando problemas ao Borussia Dortmund. Neste sábado, o clube bávaro surpreendeu ao anunciar que terá o centroavante Robert Lewandowski a partir do dia 1º de julho. Até lá o polonês seguirá jogando na equipe vice-campeã europeia, arquirrival do Bayern.

O caso é semelhante ao de Mario Gotze, a outra estrela da campanha do Borussia na Liga dos Campeões na temporada passada. Na ocasião, o Bayern anunciou um dia antes da semifinal da Liga que havia pago uma multa de 37 milhões de euros para contratar a estrela de 20 anos. Mas Gotze ficou em Dortmund e acabou não disputando, por lesão, a final que deu o título ao Bayern sobre seu clube.

Agora o caso é um pouco diferente porque Lewandowski tinha contrato com o Borussia apenas até o fim desta temporada. O polonês ganhou aumento no meio do ano passado, mas não quis renovar. A diretoria do clube de Dortmund, por sua vez, preferiu não vendê-lo, mesmo sabendo que havia enorme possibilidade de perdê-lo em julho, de graça.

Neste sábado, o centroavante foi flagrado numa clínica de Munique, onde estaria fazendo exames médicos. Horas depois, o Bayern confirmou que Lewandowski, de 25 anos, assinou um pré-contrato de cinco anos, até 30 de junho de 2019. O polonês e a diretoria bávara só esperaram as festas de fim de ano para colocar o acordo no papel, uma vez que o pré-contrato só poderia ser assinado a partir de 30 de dezembro (seis meses antes de o jogador ficar sem vínculo).

"Estamos muito satisfeitos que termos essa transferência bem sucedida", disse Karl-Heinz Rummenigge, presidente do Bayern de Munique, "Robert Lewandowski é um dos melhores atacantes do mundo. Ele vai reforçar o elenco Bayern e novamente nos dar um impulso extra", completou o dirigente.

Líder disparado do Campeonato Alemão, com 44 pontos, contra 37 do Bayer Leverkusen e 33 do Dortmund, o Bayern de Munique já pode se gabar de ter dois grandes jogadores por posição. Lewandowski deverá brigar pela titularidade com o croata Mandzukic, enquanto o peruano Pizarro, com 35 anos, tem tudo para ser liberado.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?