Publicidade

19 de Dezembro de 2013 - 11:46

Por Eduardo Cucolo e Célia Froufe - Agencia Estado

Compartilhar
 

Os bancos públicos puxaram o aumento do estoque de crédito em novembro, com avanço de 1,9% no saldo ante o mês anterior, para R$ 1,345 trilhão, segundo o Banco Central. Nos privados nacionais, o avanço foi de 1,0%, para R$ 888 bilhões. Nos estrangeiros, de 1,3%, para R$ 412 bilhões. Em 12 meses, os avanços são de 23,4% nos públicos, 6,1% nos nacionais privados e 7,8% nos estrangeiros.

A inadimplência ficou estável nos públicos em relação a outubro, em 1,9%. Nos privados nacionais, caiu de 4,5% para 4,4%. Nos estrangeiros, se manteve em 4,3% em novembro. As provisões ficaram estáveis nos públicos e nacionais privados, em 3,7% e 6,7%, respectivamente. Nos estrangeiros, caíram de 6,1% para 6,0%.

A média diária de concessões do crédito livre cresceu 11,2% em novembro em relação a outubro, para R$ 13,1 bilhões. Nos primeiros 12 meses deste ano, a alta está em 8,2% e, em 12 meses até novembro, em 8,7%.

No crédito direcionado, a média subiu 11,3% de outubro para novembro, levando a alta do ano para 32,5%. Em 12 meses até o mês passado, a taxa acumulada está em 35%. Essas concessões somavam R$ 2,1 bilhões em novembro. Na soma de crédito livre mais direcionado, houve alta de 11,2% em novembro, de 11,1% no acumulado do ano, e de 11,8% em 12 meses.

O crescimento do crédito registrou aceleração em novembro em relação aos meses anteriores por causa da intensificação das atividades comerciais de final de ano, avaliou o BC. Para o BC, as taxas de juro mantiveram a tendência de elevação no mês passado, mas de forma moderada. Esse ritmo, de acordo com a instituição, é compatível com o ciclo de política monetária.

Na última reunião do Comitê de Política Monetária do BC, o Copom, o colegiado decidiu pela elevação da taxa básica de juro, a Selic, de 9,5% para 10% ao ano. O BC salientou ainda que os índices de inadimplência continuaram na trajetória de baixa, alcançando em novembro "mínimos históricos".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?