Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 11:31

Por Beatriz Bulla - Agencia Estado

Compartilhar
 

O número de títulos protestados no País ficou praticamente estável em 2013, com recuo de 0,1% na comparação com 2012, de acordo com a Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Para empresas, o recuo foi de 3,4%, enquanto para as pessoas físicas foi registrado aumento de 6%.

Na comparação de dezembro com novembro, o número de títulos protestados subiu 3,1% no total, com alta de 2,6% para empresas e de 3,9% para pessoas físicas. Ante o mesmo mês de 2012, os títulos protestados aumentaram 8,2% no total, com alta de 4,3% para pessoas jurídicas e 15,2% para pessoas físicas.

O valor médio dos títulos protestados em dezembro foi de R$ 2.482. Para empresas, o valor correspondeu a R$ 2.989 e, para pessoas físicas, a R$ 1.664.

Em 2013, apenas a região Norte registrou aumento no total de títulos protestados das empresas (7,6%). As demais regiões registraram recuo na comparação com 2012, com destaque para a redução de 6% na região Sul, acima da média nacional (queda de 3,4%). A região Norte registrou o maior valor médio dos títulos protestados para pessoas jurídicas no último mês do ano passado (R$ 5.477).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?