Publicidade

11 de Março de 2014 - 00:46

Por Carla Araújo - Agencia Estado

Compartilhar
 

O número de títulos protestados em todo o País subiu 23,6% em janeiro deste ano, em relação a dezembro do ano passado, informou nesta quinta-feira, 06, a Boa Vista Serviços, administradora do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Para empresas, a alta em janeiro ante dezembro foi de 29,3%, enquanto que para pessoas físicas o aumento foi de 14,4%. Na comparação com janeiro de 2013, o número total de títulos protestados subiu 8,5%.

De acordo com a Boa Vista, o valor médio dos títulos protestados em janeiro foi de R$ 2.351. Para as pessoas físicas o valor correspondeu a R$ 2.089 e ficou em R$ 2.495 para as pessoas jurídicas.

Em janeiro, os títulos protestados de empresas representaram 65% do total dos protestos no País. A região Sudeste contribui com a maior parcela (47,3%), seguida das regiões Sul (26,5%), Nordeste (11,7%), Centro-Oeste (8,9%) e Norte (5,5%).

A região Sul obteve o maior aumento no número de títulos protestados no primeiro mês do ano ante o mês imediatamente anterior, com alta de 43,1%. Depois, aparecem as regiões Norte (37,4%), Sudeste (28,0%), Centro-Oeste (26,9%) e Nordeste (8,5%).

Na comparação de janeiro contra o mesmo mês do ano passado, somente a região Nordeste registrou queda nos protestos, de -7,1%. As demais regiões apontaram aumento, com destaque para a elevação de 27,1% da região Norte, contra uma média nacional de recuo de 3,4%.

O maior valor médio dos títulos protestados em janeiro foi mais elevado na região Centro-Oeste (R$ 3.014), contra uma média nacional para pessoa jurídica de R$ 2.495.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?