Publicidade

13 de Dezembro de 2013 - 22:59

Por Amanda Romanelli - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Ministério do Esporte entregou nesta sexta-feira, em São Paulo, o certificado do Bolsa Pódio para nove atletas da natação e para quatro das maratonas aquáticas. Foram contemplados, entre outros, os medalhistas mundiais Cesar Cielo, Thiago Pereira, Felipe Lima, Poliana Okimoto e Ana Marcela Cunha.

Para Poliana Okimoto, campeã mundial da maratona aquática de 10km, o auxílio será fundamental na manutenção de sua equipe interdisciplinar. "São profissionais que conhecemos, aos quais estamos acostumados, e em quem temos confiança, com quem há anos trabalhamos juntos", explicou. A nadadora buscará, nos Jogos do Rio em 2016, a inédita medalha olímpica na prova. "Me sinto privilegiada. Estou na melhor forma, em um momento de maior capacidade, e contando com todo esse apoio."

Medalhista olímpico e mundial, Thiago Pereira já faz planos de investimento. O nadador, que retornou de uma temporada de quatro meses nos Estados Unidos, pretende usar a verba para incrementar seu programa de treinamento com ideias vistas no país. "Pretendo comprar uma câmara hiperbárica e ficaria muito difícil arcar com os custos da compra e da importação. O Bolsa Pódio vai me ajudar nesse sentido", explicou.

O Bolsa Pódio, que faz parte do Plano Brasil Medalhas lançado pelo governo federal, beneficiará 157 atletas de alto rendimento do País, olímpicos e paralímpicos, com investimento de R$ 1 bilhão até 2016. Para ter direito ao apoio, os atletas devem atender a critérios técnicos, como estar entre os 20 melhores do ranking mundial de sua modalidade.

Segundo Ricardo Leyser, secretário de alto rendimento do Ministério do Esporte, faltam apenas dois esportes a serem contemplados com o plano: boxe e ciclismo. Com a entrega dos certificados aos atletas - que podem receber entre R$ 5 mil a R$ 15 mil -, o governo espera que, a partir do próximo ano, os competidores tenham a tranquilidade de se dedicar apenas às competições. "O grande legado de 2013 é que a gente possa se concentrar só na preparação esportiva a partir de 2014", afirmou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?