Publicidade

11 de Março de 2014 - 20:41

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

No quinto jogo em cinco partidas que um visitante levou a melhor sobre uma equipe mandante em um duelo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, o Borussia Dortmund venceu o Zenit por 4 a 2, nesta terça-feira, em São Petersburgo, na Rússia, e ficou muito próximo de assegurar classificação à próxima fase da competição.

Antes do jogo desta quinta em solo russo, Atlético de Madrid, que fez 1 a 0 no Milan, Bayern de Munique (2 a 0 no Arsenal), Paris Saint-Germain (4 a 0 no Bayer Leverkusen) e Barcelona (2 a 0 no Manchester City) venceram como visitantes nos confrontos de ida das oitavas do torneio continental.

Por ter balançado as redes quatro vezes e vencido por dois gols de diferença, o time alemão poderá perder o confronto de volta com o Zenit por até 2 a 0, no próximo dia 19 de março, em casa, onde atuará com apoio de cerca de 80 mil torcedores.

Lewandowski, com dois gols, foi um dos principais destaques do Borussia, que com apenas cinco minutos de jogo já abriu 2 a 0 nesta terça. Aproveitando a fragilidade do setor esquerdo da defesa da equipe russa, o time abriu o placar aos 4, quando Marco Reus avançou pela direita e chegou a sofrer pênalti dentro da grande área, mas o árbitro aplicou a lei da vantagem ao ver a bola sobrar para Henrikh Mkhitaryan, que finalizou para as redes.

E não deu tempo de nem de o Zenit respirar após o gol, pois tomou o segundo já aos 5 minutos. Após cruzamento da direita, Reus recebeu bola ajeitada e bateu de primeira para fazer 2 a 0.

Tranquilo no jogo, o atual vice-campeão europeu chegou a ver o seu domínio ameaçado aos 12 minutos do segundo tempo, quando Shatov aproveitou rebote para finalizar para as redes. O gol foi irregular, pois o jogador se aproveitou de uma posição inicial de impedimento.

Mas de nada adiantou o erro da arbitragem ao time da casa. Já aos 16 minutos, mais uma vez penetrando com facilidade pelo lado esquerdo da defesa russa, Lewandowski recebeu passe da direita, ajeitou e finalizou para as redes.

O Zenit não se entregava e voltou a descontar com um gol de Hulk, que bateu pênalti com categoria no canto esquerdo alto do goleiro, aos 24 minutos. O confronto desta terça, por sinal, foi o 400º da carreira do atacante brasileiro.

Mas a euforia da torcida local voltou a ser passageira, pois Lewandowski marcou de novo, já aos 26 minutos, desta vez ao receber nas costas da zaga e bater cruzado para decretar o 4 a 2 que deixou o Zenit mais próximo da eliminação na Liga dos Campeões.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?