Publicidade

11 de Março de 2014 - 02:42

Por Marcio Dolzan - Agencia Estado

Compartilhar
 

Contando com o apoio da torcida e embalado pela goleada sobre o Deportivo Quito pela fase preliminar, o Botafogo recebeu o San Lorenzo na noite desta terça-feira, no Maracanã, e venceu por 2 a 0, em partida válida pela primeira rodada do Grupo 2 da Libertadores. Os gols foram marcados pela dupla de ataque Ferreyra e Wallyson, artilheiro da competição com quatro gols.

Utilizando as alas para investir ao ataque, o Botafogo começou melhor a partida. O time teve a primeira conclusão logo aos 2 minutos, em chute de Gabriel. O volante, aliás, seria um dos jogadores mais participativos do primeiro tempo, trabalhando a bola pelo lado direito do campo - Jorge Wagner foi o responsável pelos avanços pelo setor esquerdo.

Do outro lado, a velha escola argentina de atuar fora de casa em partidas pela Libertadores se repetia. O bom goleiro Torrico tratava de retardar ao máximo a reposição de bola e a defesa chegava junto na marcação. Já os ataques da equipe, esporádicos, vinham em bolas enfiadas para o avanço em diagonal dos atacantes Piatti e Correa, ou em lances de bola parada.

O time argentino teve seu melhor momento no primeiro tempo a partir dos 15. Com a marcação avançada, o San Lorenzo encurralou o Botafogo em seu campo de defesa, que procurava sair jogando rápido, mas errando muitos passes.

A equipe carioca, porém, foi que acabou abrindo o marcador. Aos 29, Jorge Wagner apanhou a bola pelo meio, avançou até a intermediária e chutou a gol. A bola desviou na marcação, Torrico espalmou e Ferreyra, livre, chegou chutando forte no meio do gol.

Com o revés parcial, o San Lorenzo precisou deixar de lado a tática de segurar o jogo e partir para cima. E teve duas chances de empatar ainda no primeiro tempo. Na melhor delas, aos 43, Correa recebeu dentro da área e, livre, chutou cruzado, mas à direita de Jefferson.

Na etapa final o time argentino voltou melhor, mas, assim como na primeira etapa, acabou sofrendo um gol. Aos 7, Wallyson recebeu pelo bico esquerdo da grande área, dominou, foi até a meia lua e chutou no canto esquerdo do goleiro, que se esticou todo, mas não alcançou.

Com o 2 a 0, Edgardo Bauza decidiu mexer no time. O técnico sacou o volante Kalinski e o atacante Blandi e promoveu as entradas do meia Romagnoli e do centroavante Matos. Com isso, o time ganhou em ofensividade, mas perdeu poder de marcação no meio.

Pelo lado do Botafogo, o placar confortável permitiu à equipe que administrasse o jogo. O time praticamente abdicou de atacar, a ponto de o técnico Eduardo Húngaro tirar o atacante Wallyson para a entrada do volante Bolatti nos minutos finais.

O San Lorenzo, por sua vez, insistiu em lançamentos longos e levantamentos na área, todos sem sucesso. Assim, o Botafogo cumpriu o dever de casa e venceu na estreia da fase de grupos da Libertadores, somando seus primeiros três pontos na chave.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 2 X 0 SAN LORENZO

BOTAFOGO - Jefferson; Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Gabriel, Jorge Wagner e Lodeiro (Júnior Cesa); Wallyson (Bolatti) e Tanque Ferreyra (Henrique). Técnico: Eduardo Húngaro.

SAN LORENZO - Torrico; Buffarini, Cetto, Gentiletti e Mas; Kalinski (Romagnoli), Mercier e Ortigoza; Piatti (Villalba), Correa e Blandi (Matos). Técnico: Edgardo Bauza.

GOLS - Ferreyra, aos 29 minutos do primeiro tempo. Wallyson, aos 7 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Correa, Mas, Gabriel.

ÁRBITRO - Roberto Silvera (URU).

RENDA - R$ 1.595.480,00.

PÚBLICO - 28.116 pagantes (32.201 no total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?