Publicidade

19 de Dezembro de 2013 - 12:43

Por Altamiro Silva Júnior, correspondente - Agencia Estado

Compartilhar
 

O jornal The New York Times deu destaque nesta quinta-feira para a decisão do Brasil de comprar aeronaves da sueca Saab e não da fabricante dos Estados Unidos em um contrato de US$ 4,5 bilhões. "Brasil esnoba Boeing em negócio de aviões de caça" é o título da reportagem na capa do caderno de economia e negócios do diário norte-americano.

O Times cita que a decisão do governo brasileiro foi tomada num momento em que as relações do País com os Estados Unidos azedaram. O jornal ressalta o cancelamento da visita de Estado que a presidente Dilma Rousseff faria a Washington em Outubro e o discurso feito pela presidente na ONU condenando a espionagem norte-americana.

A reportagem do Times destaca que o ministro Celso Amorim não respondeu diretamente em uma entrevista à imprensa ontem se a decisão tinham relação com a espionagem dos EUA no Brasil. Ao invés de responder à questão, o jornal diz que Amorim repetiu o que já havia falado em um comunicado divulgado mais cedo, citando questões técnicas, custos menores e que a sueca concordou em dividir tecnologias, com partes do caça aéreo sendo produzidas no Brasil.

Em entrevista ao jornal, o analista de setor aéreo da Teal Group, Richard Aboulafaia, acha que o fator custo foi o mais importante, mas reconhece que a discussão de espionagem pode ter tido papel na decisão brasileira. Ele cita que o avião sueco custa em torno de US$ 45 milhões, enquanto o da Boeing tem preço ao redor de US$ 55 milhões. Além disso, a aeronave da Saab tem custo menor com combustível, a metade dos custos da norte-americana.

A Boeing, cita o Times, se diz "decepcionada" e afirmou que iria conversar com o governo brasileiro para entender melhor a decisão. A empresa, com sede em Chicago, disse ainda que procura oportunidades para expandir os negócios no Brasil.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?