Publicidade

06 de Dezembro de 2013 - 11:01

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Fifa divulgou nesta sexta-feira uma lista de 15 meio-campistas que concorrerão a três lugares na seleção ideal de 2013, em votação que a entidade promove em conjunto com o sindicato internacional de jogadores, a FIFPro. Essa listagem não trouxe a presença de nenhum jogador brasileiro, enquanto a Espanha conta com cinco finalistas neste grupo. São eles: Xavi, Andrés Iniesta e Sergio Busquets, todos do Barcelona, além de Xabi Alonso e Isco, ambos do Real Madrid.

Na última quarta-feira, o Brasil apareceu com cinco defensores (entre laterais e zagueiros) finalistas nesta eleição e foi o País com maior número de atletas deste setor do campo em uma lista de 20 nomes. Daniel Alves, do Barcelona, David Luiz, do Chelsea, Marcelo, do Real Madrid, Thiago Silva, do Paris Saint-Germain, e Dante, do Bayern de Munique, são até aqui os únicos brasileiros garantidos nesta disputa, cuja lista de 15 atacantes concorrentes será divulgada na próxima segunda-feira pela Fifa.

O segundo país com maior número de meio-campistas indicados para um lugar na seleção do ano é a Alemanha, com três nomes: Mesut Özil, do Real Madrid, Marco Reus, do Borussia Dortmund, e Bastian Schweinsteiger, do Bayern de Munique.

O astro Gareth Bale, do Real Madrid, é o único represente de País de Gales nesta disputa, sendo que a Fifa listou seu nome também como atleta do Tottenham, pois ele defende a equipe espanhola apenas desde esta temporada do futebol europeu, iniciada quase no meio do ano. O mesmo ocorre com Isco, que se transferiu do Málaga para o Real.

Os outros meio-campistas finalistas da premiação são os seguintes: o inglês Steven Gerrard, do Liverpool, o francês Franck Ribéry, do Bayern de Munique, o holandês Arjen Robben, também do Bayern, o marfinense Yaya Touré, do Manchester City, o chileno Arturo Vidal e o italiano Andrea Pirlo, ambos da Juventus.

A seleção do ano contará com um goleiro, quatro defensores, três meio-campistas e três atacantes eleitos. A Fifa diz que os cerca de 50 mil jogadores associados aos sindicatos do mundo todo que formam a FIFPro participaram de uma votação secreta para escolher esta seleção de 2013.

Os 11 jogadores eleitos serão anunciados pela Fifa em 13 de janeiro de 2014, quando ocorrerá a premiação que elegerá o melhor jogador do mundo de 2013, assim como a jogadora do ano, o técnico do ano nas categorias futebol masculino e feminino e o ganhador do Prêmio Puskás, dado ao atleta cujo gol foi eleito o mais bonito do ano.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?