Publicidade

07 de Janeiro de 2014 - 16:19

Por Laís Alegretti - Agencia Estado

Compartilhar
 

Após críticas da Fifa sobre o atraso do Brasil na preparação para a Copa do Mundo, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, afirmou que há no governo brasileiro a ideia de que a preparação do evento está sendo conduzida "de acordo com as melhores expectativas". "Qualquer declaração em sentido contrário, não só do presidente da Fifa, nós vamos responder", disse o ministro.

Rebelo afirmou que, dos 12 estádios para a Copa do Mundo, seis foram entregues no meio de 2013, para a Copa da Confederações. A conclusão dos demais está programada para janeiro, segundo o ministro, com exceção da Arena Corinthians, também em função do acidente que provocou a morte de dois operários. O ministro lembrou, ainda, que Blatter "refez" a própria declaração.

No último fim de semana, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, criticou os atrasos do Brasil nas obras de preparação para a Copa do Mundo de 2014 e destacou que nunca havia acontecido algo parecido desde que ele começou a trabalhar para a entidade em 1975.

"O Brasil acabou de ficar ciente do que ela (a Copa do Mundo) é. Eles começaram tarde demais. É o país mais atrasado desde que estou na Fifa, e ainda é o único que teve tanto tempo - sete anos - para se preparar", criticou Blatter em entrevista ao jornal suíço 24 Heures.

Depois da crítica, Blatter abafou a crise com mensagem em sua conta na rede de microblogs Twitter. O dirigente suíço insistiu que "concorda" com a presidente Dilma Rousseff que o Brasil fará a "Copa das Copas" e que será um "ótimo anfitrião".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?