Publicidade

14 de Dezembro de 2013 - 15:58

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Os brasileiros Pedro Solberg e Bruno Schmidt chegaram a este sábado com chance de serem campeões do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, mas ficaram apenas na terceira colocação do Open de Durban, na África do Sul, e, assim, terminaram o ano na vice-liderança do ranking da modalidade. O título da temporada acabou nas mãos dos letões Smedins e Samoilovs.

Pedro Solberg e Bruno Schmidt precisavam do título na etapa sul-africana e torcer para que Smedins e Samoilovs não passassem pelas oitavas de final, mas nada disso aconteceu. Os letões não só se classificaram como conquistaram o troféu em Durban, fechando com chave de ouro a vitoriosa temporada.

Os letões também foram os carrascos de Solberg e Schmidt nas semifinais deste sábado. No duelo mais esperado do dia, Smedins e Samoilovs venceram os brasileiros por 2 sets a 0, com parciais de 28/26 e 21/14, provando que a conquista do circuito não foi por acaso.

Antes, Pedro Solberg e Bruno Schmidt haviam vencido nas oitavas de final os suíços Kovatsch e Kissling por 2 sets a 0, com parciais de 21/14 e 21/19, e nas quartas os norte-americanos Olson e Bourne, também por 2 a 0 (21/17 e 21/15). A disputa do bronze foi diante dos checos Kubala e Dumek, que abandonaram a partida no segundo set e garantiram o lugar no pódio aos brasileiros.

Esta foi a última participação dos brasileiros juntos no Circuito Mundial, já que a partir do ano que vem eles atuarão com outros parceiros. Pedro Solberg jogará ao lado do campeão olímpico Emanuel, enquanto Bruno Schmidt ainda não anunciou seu novo companheiro.

Ainda na chave masculina, Thiago e Oscar terminaram na quinta colocação após perderem nas quartas de final para Kubala e Dumek. Já Alison e Vitor Felipe chegaram invictos às oitavas de final, mas acabaram derrotados diante dos chineses Chen e Li.

FEMININO - Na chave feminina, a jovem Duda, de 15 anos, e Thais terminaram na quinta colocação, depois de caírem nas quartas de final contra as alemãs Mersmann e Schneider. Nas oitavas, elas haviam derrotado as compatriotas Elize Maia e Fernanda Berti por 2 sets a 0, com parciais de 21/15 e 21/17.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?