Publicidade

11 de Março de 2014 - 04:50

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Uma nova onda de ataques com carros-bomba atingiu áreas comerciais na capital do Iraque e cidades no sul do país nesta terça-feira, matando pelo menos 33 pessoas e deixando dezenas de feridas.

Nenhum grupo havia assumido a autoria dos atentados, mas os alvos - ruas de comércio e estações de ônibus - costumam ser os escolhidos pelo Estado Islâmico do Iraque e do Levante, grupo de se separou da Al-Qaeda e já admitiu a responsabilidade por ataques semelhantes.

Em Bagdá, quatro explosões mataram pelo menos 17 pessoas e deixaram 49 feridas. A mais violenta aconteceu numa estação de ônibus, que deixou sete mortos e 18 feridos.

A polícia disse que outros quatro carros foram detonados simultaneamente na cidade de Hillah, no sul do país, matando pelo menos 11 pessoas e ferindo outras 35. Hillah fica a cerca de 95 quilômetros ao sul se Bagdá. Em outra cidade, Musayyib, um carro estacionado explodiu e matou 5 civis.

Os ataques aconteceram um dia depois de uma série de explosões em Bagdá deixarem pelo menos 23 mortos. O país registra um aumento na violência, que atinge níveis que não eram vistos desde o ápice dos confrontos sectários, que começaram a diminuir em 2007. No ano passado, 8.868 pessoas morreram em decorrência da violência no país, segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). Fonte: Associated Press.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?