Publicidade

08 de Dezembro de 2013 - 17:42

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Junto com seus outros astros internacionais do Real Madrid, como o brasileiro Marcelo e o português Cristiano Ronaldo, o goleiro espanhol Casillas deu entrevista coletiva neste domingo para comentar o sorteio dos grupos da Copa de 2014, realizado na última sexta-feira na Costa do Sauipe (BA). E ele criticou o modelo adotado pela Fifa para definir as chaves e o calendário dos jogos.

"O sorteio, por vezes, não se entende muito bem. Não concordo com o formato do sorteio", afirmou Casillas, capitão da seleção espanhola. Ele disse especificamente não concordar com o fato de o Grupo A, do Brasil, ser encerrado depois do B, da Espanha, apesar de começar a ser disputado primeiro. "Cada chave deveria terminar na ordem em que inicia", defendeu o goleiro.

Como os classificados dos grupos A e B vão se enfrentar nas oitavas de final, Casillas entende que os integrantes da chave do Brasil levam vantagem por jogarem depois na última rodada, marcada para o dia 23 de junho nos dois casos - os jogos do B começam às 13 horas e os do A, às 17 horas. Na visão do goleiro espanhol, essa inversão da ordem de disputa favoreceria os adversários.

Ao falar do Grupo B, no qual a Espanha enfrentará Holanda, Chile e Austrália, Casillas avaliou que é "difícil". "Começar contra os vice-campeões mundiais (os holandeses perderam a final da Copa de 2010 para os espanhóis) e que fizeram Eliminatórias soberbas... Depois, pegar o Chile, contra quem sempre tivemos problemas. Mas temos que jogar partida por partida", avisou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?