Publicidade

10 de Janeiro de 2014 - 12:46

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) anunciou nesta sexta-feira, por meio de notas publicadas em seu site oficial, que dois atletas do País foram flagrados com substâncias ilegais em exames antidoping realizados no ano passado. São eles: José Roberto Pereira de Jesus e Eloita Catarina Possati Michiuye, que estão provisoriamente suspensos a partir da última quinta, informou a entidade.

José Roberto foi pego em exame realizado no dia 3 de novembro, depois de participar de uma prova em Brasília, a Golden Four Asics. Foi constatada a presença de metabólitos de meiltestosterona, metabólitos de tamoxifeno e clortalidona. Já o teste antidoping feito por Eloita em 17 de novembro, após a sua participação na Maratona de Curitiba, apontou a presença de "testosterona exógena, DHEA e oxandrolona e metabólitos", revelou a CBAt.

A entidade também confirmou que os dois atletas não pediram pela realização de um novo exame (amostra B) de urina dentro do prazo estabelecido pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) e que os casos de ambos foram encaminhados ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) da CBAt.

Os dois mais novos casos de doping do atletismo brasileiro, cuja reputação vem sendo abalada por seguidos escândalos deste tipo nos últimos anos, foi revelada menos de um mês depois de a Comissão Nacional Antidopagem (Conad), da CBAt, ter se reunido para discutir o programa antidoping da entidade para 2014. Após o encontro, o organismo nacional prometeu intensificar os "controles fora de competição", quando os atletas são obrigados a realizar os exames de surpresa, sem aviso prévio.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?