Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 13:55

Por Stefânia Akel - Agencia Estado

Compartilhar
 

As economias da América Latina e do Caribe vão crescer 3,2% em 2014, mais que o crescimento de 2,6% projetado em 2013, segundo relatório da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), da Organização das Nações Unidas (ONU). A Cepal projeta que o Brasil crescerá 2,6% em 2014, menos que países como Bolívia (5,5%), República Dominicana (5%), Colômbia, Haiti e Equador (todos com 4,5%).

Segundo o relatório da comissão, o cenário externo mais favorável vai impulsionar a demanda por exportações da região e o consumo privado continuará a crescer, apesar de mais lentamente do que em períodos anteriores. Já o principal desafio para o crescimento da região, na avaliação da Cepal, continua sendo o investimento.

Alicia Bárcena, secretária-executiva da Cepal, destacou ainda que há outras ameaças à região. "As ameaças enfrentadas incluem a contínua volatilidade na economia global e os custos de financiamento externo mais altos, assim como uma contribuição menor do consumo e a piora da conta corrente regional", avalia.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?