Publicidade

17 de Dezembro de 2013 - 16:34

Por Elder Ogliari - Agencia Estado

Compartilhar
 

Chegou a 56 o número de suspeitos presos nesta terça-feira, 17, pela Polícia Civil do Rio Grande do Sul em 16 cidades do Estado, durante operação que desarticulou uma organização criminosa voltada para o tráfico de armas e drogas e assaltos a bancos e carros-fortes. A investigação começou há dois anos e descobriu uma rede de colaboração entre 11 chefes de facções especializadas. Havia um ramo que se encarregava de contrabandear armas do Uruguai. Outro buscava drogas no Paraguai. Os demais comandavam assaltos e a distribuição de drogas em diferentes regiões do Estado.

Apesar de descobrir que alguns dos presos já mantiveram contatos com o Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, e com o Comando Vermelho (CV), do Rio, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul descartou a participação das duas organizações na rede criminosa descoberta no Estado. Os 500 policiais que foram às ruas cumpriram cerca de cem ordens judiciais. Além das prisões, apreenderam drogas, armas, carros e telefones celulares. A organização tinha ramificações em Porto Alegre, São Leopoldo, Lajeado, Osório, Pelotas e Santa Maria, entre outros municípios gaúchos.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?