Publicidade

07 de Janeiro de 2014 - 17:19

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O superávit comercial do Chile encolheu em 2013 pressionado principalmente pelo preço do cobre mais baixo no mercado internacional e o enfraquecimento da economia global. Segundo o Banco Central do país, o valor foi de US$ 2,38 bilhões, 30% a menos do que os US$ 3,42 bilhões registrados em 2012.

Assim como em outros países sul-americanos - como o vizinho Peru - o Chile sofreu com o recuo dos preços internacionais das commodities. O país é o maior produtor de cobre do mundo, com o metal representando mais da metade das exportações chilenas. Em 2013, as exportações caíram para US$ 77,37 bilhões, contra US$ 78,28 bilhões em 2012. Jas as importações cresceram para US$ 74,99 bilhões, ante US$ 74,85 bilhões no ano anterior. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?