Publicidade

15 de Janeiro de 2014 - 09:55

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

A China pode exportar 30% a mais de produtos de petróleo refinado neste ano, de acordo com o instituto de pesquisa de economia e tecnologia da China National Petroleum Corp. (CNPC). O país deve produzir 313 milhões de toneladas destes produtos em 2014, o que pode levar a um superávit de 13,39 milhões de toneladas. Exportações de produtos de petróleo refinado tiveram alta de 17,5% em 2013, de acordo com dados da alfândega.

Além disso, a demanda doméstica por petróleo deve avançar 4% para 518 milhões de toneladas enquanto a demanda aparente por gás natural deve subir 11% para 186 bilhões de metros cúbicos, segundo o CNPC.

As importações líquidas de petróleo bruto devem ter alta de 7,1% para 298 milhões de toneladas. A dependência de importações do estrangeiro deve ficar em 58,8% do consumo total.

Importações de gás natural devem subir 18,9% para 63 bilhões de metros cúbicos com gás natural liquefeito totalizando 30 bilhões de metros cúbicos e os envios de gás por oleoduto respondendo por 33 bilhões de metros cúbicos.

A China deve produzir 124 bilhões de metros cúbicos de gás natural, uma alta de 6% no ano.

A capacidade de refino deverá crescer 6,5% para 668 milhões de toneladas este ano. A expectativa é de processar 509 milhões de toneladas de petróleo bruto em 2014 - crescimento de 5,1% no ano. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?