Publicidade

20 de Dezembro de 2013 - 15:48

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Criticado por muitos atletas por ser realizado quase que na véspera do Natal, o Open de Natação pode ver o melhor tempo dos 50m livre, prova mais rápida da natação, após o fim da era dos maiôs tecnológicos. Pelo menos é isso que projeta o homem mais rápido do mundo nas piscinas e campeão mundial da prova, Cesar Cielo.

Recordista com 20s91, ele venceu o Mundial de Barcelona, em agosto, com 21s32, melhor tempo desde a proibição dos trajes tecnológicos. Agora, acredita que pode ir ainda mais longe na competição que fecha a temporada.

"Estou me sentindo fisicamente melhor e, depois de um ano e três meses da cirurgia nos joelhos, posso dizer que o meu joelho direito está quase cem por cento, então... bem melhor. No geral, fiz uma temporada de preparação para o Open muito mais forte do que para o Mundial", comentou Cielo, que operou os dois joelhos no segundo semestre de 2012.

Totalmente recuperado, o brasileiro foi para os Estados Unidos no segundo semestre, acompanhar seu técnico, o norte-americano Scott Goodrich, seu ex-colega de faculdade. "Se eu tivesse chegado a Barcelona com o treinamento que fiz agora com o meu técnico, estaria mais confiante. Não tenho mais limitação, nada que me segure, e acho que, principalmente no início da prova, na saída e ondulação, posso ganhar em relação ao Mundial. No Open, espero fazer uma prova melhor nos primeiros 20 metros", comentou.

Cielo nada neste sábado, em Porto Alegre, na piscina do Grêmio Náutico União, a partir das 9h30, pelo Troféu Daltely Guimarães, válido pelo Brasileiro Sênior. Se ficar entre os oito mais rápidos, participa do Torneio Open, à tarde.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?