Publicidade

16 de Dezembro de 2013 - 13:56

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Recordista de vitórias na premiação criada em 1999 pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), o nadador Cesar Cielo pode ganhar o Prêmio Brasil Olímpico pela quarta vez na carreira. Um dos três finalistas na disputa masculina de melhor atleta brasileiro de 2013, ao lado do ginasta Arthur Zanetti e do velejador Jorge Zarif, ele prevê muito equilíbrio na eleição com voto popular que acaba nesta terça-feira, quando acontece a cerimônia de entrega em São Paulo.

Depois de vencer o Prêmio Brasil Olímpico em 2008, 2009 e 2011, Cielo entrou na disputa deste ano credenciado pela conquista do título mundial dos 50 metros livre e dos 50 metros borboleta, em agosto, na Espanha. Mas seus dois adversários também tiveram grandes resultados em 2013. Zanetti, que ganhou a eleição do COB em 2012, foi campeão mundial das argolas agora em outubro. E Jorge Zarif, de apenas 20 anos, foi campeão mundial da classe Finn em agosto.

"Vai ser o ano mais apertado de todos e o mais injusto, porque os três indicados merecem ganhar. Eu tenho certeza de que o COB está querendo cortar esse troféu em três e dar um pedaço para cada um de nós. Mas não tem como dividir entre três campeões. Eu votei em mim", afirmou Cielo. "Os três estão tranquilos por fechar o ano com o título mundial em suas modalidades. Eu estou tranquilo e orgulhoso por fazer parte desse trio. É fechar o ano e comemorar. Vai, vou arriscar... Deve ser o trio mais forte do Brasil na história do Prêmio Brasil Olímpico."

Cielo também revelou seu voto na disputa feminina de melhor atleta de 2013. E, nesse caso, ele apontou favoritismo da nadadora Poliana Okimoto, que conquistou três medalhas nas maratonas aquáticas durante o Mundial, em julho, na Espanha: ouro nos 10Km, prata nos 5Km e bronze nos 5Km por equipes. As outras finalistas são Rafaela Silva, campeã mundial de judô, e Yane Marques, vice-campeã mundial no pentatlo moderno. As três buscam vitória inédita no Prêmio Brasil Olímpico.

"Na categoria feminina, tem um favoritismo mais descarado, que é o da Poliana, primeira mulher a ser campeã mundial na natação, ganhou três medalhas. Para mim, a Poliana já ganhou", disse Cielo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?