Publicidade

26 de Dezembro de 2013 - 17:25

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Manchester City recebeu o Liverpool nesta quinta-feira e contou com erros da arbitragem e do goleiro adversário para vencer por 2 a 1. Em jogo muito movimentado no Etihad Stadium, principalmente no primeiro tempo, os donos da casa conseguiram o resultado, mantiveram o ótimo momento e ajudaram o Arsenal, que segue na ponta da tabela com o resultado.

O City foi a 38 pontos, agora na vice-liderança da tabela, apenas um ponto atrás do Arsenal, que voltou à liderança. Isso porque o Liverpool estacionou nos 36 pontos e agora é o quarto. No sábado, o time de Manchester pega o Crystal Palace, em casa. Já o Liverpool volta a campo no domingo para outro duelo complicado, contra o Chelsea, em Stamford Bridge.

A sétima partida seguida sem derrota do City teve participação decisiva da arbitragem, que errou em impedimento mal marcado de Sterling no primeiro tempo, e do goleiro Mignolet, que falhou no gol de Negredo, o segundo dos donos da casa. Além disso, o ataque do Liverpool abusou dos gols perdidos.

O JOGO - O Liverpool começou dono do jogo e só não abriu o placar aos 19 minutos por causa da arbitragem. Suárez avançou em contra-ataque e encontrou Sterling, sozinho, em posição legal. O atacante driblou o goleiro Hart e marcou, mas o impedimento já havia sido marcado.

Cinco minutos depois, no entanto, não teve jeito e os visitantes finalmente marcaram. Luis Suárez recebeu pelo meio e com um lindo toque deixou Sterling novamente de frente para o gol. O atacante driblou o goleiro e Philippe Coutinho, que vinha de trás, tocou para o gol vazio, desta vez sem marcação errada da arbitragem.

O gol acordou o City, que respondeu aos 26 com Touré, que recebeu de Kolarov dentro da área, passou por dois marcadores e bateu para fora, com desvio. Aos 30, saiu o empate. David Silva bateu escanteio pela esquerda, Kompany subiu mais que Skrtel e cabeceou cruzado, vencendo Mignolet.

O jogo era movimentado e o Liverpool quase voltou à frente aos 39 minutos. Suárez tocou para Sterling, recebeu após linda cavadinha do companheiro e, de primeira, deixou Philippe Coutinho de frente para Hart, mas o brasileiro parou no goleiro, que fez grande defesa e impediu o golaço. No minuto seguinte, foi a vez de Skrtel travar Negredo e impedir gol certo do City.

Aos 45, no entanto, Negredo marcou. David Silva deu lindo toque para Navas no contra-ataque e o espanhol presenteou o atacante com outra ótima enfiada. Negredo, então, tentou o toque de cobertura, mas a bola não ganhou altura suficiente. Mesmo assim, Mignolet não conseguiu a defesa, apenas desviando a bola para o próprio gol.

O segundo tempo começou muito mais frio que o primeiro, com o City dominando a posse de bola e encurralando o Liverpool, que não conseguia responder. A única chance nos primeiros 20 minutos foi dos mandantes, com Negredo, que tentou novamente por cobertura contra Mignolet, que desta vez mostrou mais segurança e segurou.

O Liverpool, então, reagiu e perdeu três chances em cinco minutos. Primeiro, com Glen Johnson. Depois, com Henderson, que tentou de letra. Mas a principal foi com Sterling. Aos 27 minutos, ele recebeu cruzamento preciso de Suárez e tentou de carrinho. Mesmo quase na linha da pequena área, no entanto, jogou por cima a última oportunidade de empatar.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?