Publicidade

10 de Dezembro de 2013 - 20:49

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

A torcida da Ponte Preta promete uma verdadeira invasão a Buenos Aires para assistir à final da Copa Sul-Americana entre o time campineiro e o Lanús, nesta quarta-feira, às 21h50, no Estádio La Fortaleza. Desde o último domingo, os torcedores estão chegando à capital argentina para acompanhar a festa. No desembarque do time, cerca de 30 ponte-pretanos recepcionaram o elenco na porta do hotel.

Mais de quatro mil torcedores deixaram o Brasil rumo a Buenos Aires desde domingo, a maioria deles de avião. A diretoria da Ponte ainda disponibilizou quatro ônibus, que deixaram Campinas na última segunda-feira.

A torcida da Ponte comprou todos os quatro mil ingressos reservados pela diretoria do Lanús, sendo 2,5 mil deles vendidos nas bilheterias do Moisés Lucarelli ao preço de R$ 40. Os outros 1,5 mil foram negociados na Argentina e se esgotaram rapidamente. Muitos devem estar nas mãos de cambistas.

A diretoria do Lanús confirmou que vendeu todos os 40 mil ingressos disponíveis para a sua torcida, o que significa que o total de presentes será de 44 mil torcedores. Segundo o site oficial do clube, o La Fortaleza comporta 47 mil torcedores.

Para a partida, o técnico Jorginho segue fazendo mistério e não confirmou o substituto do lateral-esquerdo Uendel, suspenso. O lateral-direito Régis, o zagueiro Diego Sacoman e o atacante Chiquinho são os principais candidatos à vaga.

"Nós fizemos um treinamento, já definimos a equipe, os jogadores sabem, mas estão ligados para que não haja vazamento de informação. É uma oportunidade que temos de surpreender o adversário. Também treinamos pênaltis. Deixamos tudo pronto", declarou Jorginho.

Já o lateral Artur falou sobre a possibilidade de fazer história e conquistar o primeiro título da Ponte Preta em 113 anos, justamente após a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro. "Ninguém acreditava, graças a Deus estamos perto desta conquista. Temos que dar nosso melhor para trazer este título para o torcedor."

Com o empate por 1 a 1, no Estádio do Pacaembu, quem ganhar na Argentina conquista o campeonato. Um novo empate, independente do resultado, leva a decisão para os pênaltis. Não haverá prorrogação.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?