Publicidade

23 de Dezembro de 2013 - 15:46

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Barcelona entregou nesta segunda-feira ao juiz Pablo Ruz, da Audiência Nacional espanhola, os contratos do atacante Neymar com o clube. As documentações foram solicitadas na última quarta por causa da denúncia de Jordi Cases, um sócio do time catação, que acusou o presidente Sandro Rosell de apropriação indevida de valores na transação que envolveu a contratação do atacante junto ao Santos.

Com os contratos em mãos, o magistrado decidirá se irá acatar a denúncia e abrir um processo para apurar a ação do dirigente neste negociação. Ruz também requisitou os relatórios financeiros do Barça de 2011, 2012 e 2013, depois de Cases também ter alegado que Rosell ocultou aos sócios do clube os contratos de aquisição dos direitos do atleta por um total de 57,1 milhões de euros (cerca de R$ 182 milhões).

Cases afirmou que o custo da transferência para adquirir Neymar junto ao Santos foi maior do que os 57,1 milhões de euros (cerca de R$ 182 milhões) anunciados pelo Barcelona. Entretanto, o porta-voz do clube, Toni Freixa, insistiu que este valor é o correto, na última quarta-feira, quando o juiz solicitou os contratos do brasileiro.

O Barcelona alega que 17,5 milhões de euros (cerca de R$ 56 milhões) foram pagos diretamente ao Santos na transação, mas o clube catalão disse que não poderia revelar o destino do restante da verba por conta de um contrato de confidencialidade. Em entrevista ao jornal

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?