Publicidade

06 de Janeiro de 2014 - 20:01

Por Fábio Grellet - Agencia Estado

Compartilhar
 

Vários estabelecimentos comerciais do morro da Mangueira, na zona norte do Rio, permaneceram fechados na manhã desta segunda-feira, 6. Embora a Polícia Militar tenha afirmado que o clima na região era de tranquilidade, a iniciativa tem relação com uma ação policial que resultou na morte de um jovem, baleado na noite de sábado.

Segundo a PM, Wellington Sabino Vieira, de 20 anos, estava armado e trocou tiros com a polícia. Baleado, ele morreu no domingo no Hospital Souza Aguiar, no centro. Um policial ferido teria sido alvejado por ele.

Moradores da Mangueira, no entanto, afirmam que o jovem não tinha relação com o crime e teria sido perseguido injustamente. No domingo, por volta das 19h30, um grupo deles incendiou um ônibus na rua Ana Néri, perto de um acesso à comunidade. Ninguém se feriu. O veículo, da Viação Nossa Senhora de Lourdes, fazia a linha 622 (Saens Peña-Penha) e foi totalmente destruído. A fachada de um bar também foi atingida. Em seguida, a PM iniciou uma operação policial no morro e interditou a rua Visconde de Niterói.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?