Publicidade

10 de Março de 2014 - 22:08

Por Rafael Moraes Moura - Agencia Estado

Compartilhar
 

Por unanimidade, a Comissão de Ética Pública da Presidência da República decidiu arquivar processo para apurar a conduta do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, na investigação de cartel em licitações de transporte público em São Paulo, informou nesta quarta-feira, 29, o presidente do órgão, Américo Lacombe.

"(A denúncia) Foi arquivada porque ele (Cardozo) não fez nada de extraordinário. Como ele (Cardozo) disse claramente, já passou do tempo do engavetador geral da república. Isso não existe mais", afirmou Lacombe.

De acordo com o PSDB, a representação contra Cardozo se baseia no fato de o ministro "não ter cumprido sua obrigação legal de investigar o suposto uso político do Cade, vinculado ao seu ministério e presidido por um militante petista, na tentativa de envolvimento de membros do PSDB nas denúncias de cartel em obras do governo paulista".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?