Publicidade

04 de Dezembro de 2013 - 20:34

Por Luciano Bottini Filho - Agencia Estado

Compartilhar
 

Uma ativista foi condenada a pagar uma indenização de R$ 10 mil a um médico-veterinário de Piracicaba, no interior de São Paulo, por causa de um compartilhamento de uma mensagem no Facebook. A funcionária pública municipal Mônica Rodrigues de Faria, de 50 anos, foi processada por ter postado em seu perfil uma texto escrito por outra pessoa criticando o profissional.

"Eu nem conhecia a mulher", diz Mônica, que também neste ano foi condenada a pagar R$ 100 mil a duas unidades do Habib?s. Ela foi acusada de organizar um boicote à marca após o atropelamento de um cachorro que foi retirado do restaurante. O comentário foi escrito pela universitária Monique Denadai com fotos de uma cadela que teria sido castrada pelo veterinário Luiz Lauriano, com as vísceras expostas após dificuldades pós-cirúrgicas. Monique também foi condenada a pagar R$ 10 mil. "Há responsabilidade dos que compartilham mensagens e dos que nelas opinam de forma ofensiva", afirmou, no acórdão, o desembargador José Roberto Neves Amorim.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?