Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 11:34

Por Anne Warth - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Rubens Rodrigues dos Santos, disse, nesta quinta-feira, 9, que a estimativa menor para a safra de café para este ano é uma boa notícia para os produtores.

"Podemos ter em torno de 6 milhões a 7 milhões de sacas a menos que o projetado inicialmente. Isso é uma boa notícia para os produtores, tanto que os preços já começaram a reagir na quarta-feira, 8, com cotações que chegaram próximas a R$ 300 a saca", afirmou.

Hoje a Conab divulgou a primeira estimativa para a safra de café em 2014, projetada entre 46,53 milhões e 50,15 milhões de sacas de 60 quilos do produto beneficiado. O resultado pode representar entre 5,4% de redução e 2% de crescimento, se comparado com aos 49,15 milhões de sacas da safra anterior, consideradas as variedades arábica e conilon.

O presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), disse que a expectativa para a próxima divulgação de estimativa sobre a safra 2013/14 da empresa é de que a produção de grãos supere 200 milhões de toneladas. Segundo ele, a confirmação do número depende da análise da produtividade da soja e da caracterização da área plantada de milho.

Santos afirmou que o aumento da produtividade da soja estará evidenciado no próximo levantamento. Essa avaliação decorre do fato de que a colheita de soja em algumas regiões do Mato Grosso já começou. O presidente da Conab disse que, até o momento, a empresa não identificou problemas climáticos que possam prejudicar a produtividade da soja. Santos disse, ainda, que a expectativa da Conab é de que o Brasil passe a exportar milho para a China até o fim deste ano.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?