Publicidade

20 de Janeiro de 2014 - 11:26

Por - Agencia Estado

Compartilhar
 

Manifestantes ergueram barricadas com carcaças queimadas de carros no centro de Kiev, enquanto o som de granadas de efeito moral era ouvido nesta segunda-feira, após uma noite de tumultos iniciada pela aprovação de leis que têm como objetivo conter os protestos de rua na Ucrânia.

Dezenas de manifestantes continuavam acampados na praça central da capital ucraniana nesta segunda-feira, enquanto alguns veículos, incendiados por manifestantes durante a noite, continuavam a queimar.

Uma grande manifestação contra as leis que proíbem protestos acabou por se tornar violenta no domingo, quando centenas de manifestantes radicais invadiram uma passeata pacífica e marcharam em direção ao Parlamento. Eles começaram a atacar a polícia com paus, pedras e bombas incendiárias, além de atear fogo a veículos da polícia.

Os policiais responderam com gás lacrimogêneo e canhões de água. Dezenas de manifestantes e policiais ficaram feridos. O governo deve realizar negociações com os líderes da oposição nesta segunda-feira, já que no domingo o presidente Viktor Yanukovych ordenou seu conselheiro de segurança nacional que organizasse negociações com a oposição "para estudar a questão e resolver a crise política".

Milhares de manifestantes foram para as ruas pedindo a renúncia de Yanukovych e muitos disseram não acreditar que negociações resultem em concessões significativas que levem à queda do governo e à aproximação da ex-república soviética com a União Europeia (UE).

Manifestantes estão acampados na principal praça de Kiev há quase dois meses para protestar contra a decisão de Yanukovych de desistir de um pacto de integração com a UE e, em vez disso, ter aceito uma resgate financeiro da Rússia. Fonte: Associated Press e Dow Jones Newswires.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor de fechamento de pista em trecho da Avenida Rio Branco para ciclovia nos fins de semana?