Publicidade

02 de Janeiro de 2014 - 17:31

Por Francisco Carlos de Assis - Agencia Estado

Compartilhar
 

As vendas de automóveis e comerciais leves devem ter somado 3,652 milhões de unidades ao longo de 2013, indicando um recuo de 1,98% em relação a 2012. Estes números resultam de levantamento na base de dados do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavan), feito pelo consultor da Carcon Automotive, Julian Semple.

Considerando as vendas totais, que incluem também caminhões, ônibus, tratores e máquinas agrícolas, a queda nas vendas de veículos em 2013 deve ficar em torno de 1,70%, segundo o consultor. "Quando se considera os dados totais de vendas, a queda se torna menor porque no ano passado ocorreu um volume maior de vendas de caminhões e ônibus, em recuperação da queda em 2012 por causa do Euro 5", disse Semple.

O Euro 5, ou Proconve Fase 7, a que o consultor se refere, é uma legislação ambiental aplicada a caminhões e ônibus com o objetivo de reduzir o impacto das emissões de gases poluentes. Em 2011, quando ficou definido que o Brasil passaria a adotar a legislação em 2012, houve uma corrida às concessionárias para compras destes veículos como forma de antecipar os aumentos que a nova regra imporia aos preços dos caminhões e ônibus.

Apesar da queda no ano, em dezembro devem ter sido emplacados 322,4 mil unidades de automóveis e comerciais leves, número 6,42% maior que as 302,9 mil unidades emplacadas em novembro. "Já esperávamos que as vendas de 2013 não seriam tão boas, mas até meados de janeiros torcíamos para que ocorresse pelo menos um empate com o ano passado", admitiu Semple.

No entanto, de acordo com o consultor, para que ocorresse um empate no acumulado de 2013 com 2012 seria necessário as vendas (emplacamentos) de pelo menos 400 mil unidades de automóveis e comerciais leves em dezembro.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?