Publicidade

03 de Dezembro de 2013 - 16:00

Por Mateus Fagundes - Agencia Estado

Compartilhar
 

O consumo doméstico de transformados de alumínio deve crescer 5,3% neste ano em relação a 2012. O ano de 2013 deve fechar com um consumo de 1,5 milhão de toneladas, ante a 1,43 milhão de toneladas do ano passado, informou, nesta terça-feira, 3, a Associação Brasileira do Alumínio (Abal).

Segundo a projeção, as chapas de alumínio deverão ter o maior crescimento da demanda neste ano em relação a 2012. A estimativa é de que o consumo doméstico de chapas alcance 582,8 mil toneladas, um crescimento de 9,2% na relação anual.

A Abal destacou, em nota, a recuperação do desempenho dos principais produtos de alumínio, com destaque para os laminados e extrudados. A Associação apontou, no entanto, como exceções, os desempenhos de pós de alumínio, utilizado principalmente na produção de ferroligas, e fios e cabos. O último, lembrou a Abal, está relacionado aos investimentos do setor elétrico, em especial, nas linhas de transmissão.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?