Publicidade

08 de Dezembro de 2013 - 19:07

Por Felipe Rosa Mendes - Agencia Estado

Compartilhar
 

O Coritiba assegurou sua permanência na elite do futebol brasileiro neste domingo ao vencer o São Paulo por 1 a 0, em Itu, na última rodada do Brasileirão. O zagueiro Luccas Claro foi o autor do gol que garantiu o time paranaense, sem depender dos demais resultados do fim de semana.

Com a vitória, o Coritiba rebaixou o Fluminense para a Série B do Campeonato Brasileiro. O time paranaense encerrou sua participação na competição com 48 pontos, enquanto o time carioca, do atacante Fred, só poderá chegar aos 46, se vencer o Bahia, sem poder alcançar o time do meia Alex.

Já o São Paulo terminou sua campanha no Brasileirão com 50 pontos, na 9ª colocação da tabela. Sem títulos para comemorar neste ano, restou ao time paulista celebrar a renovação dos contratos de Rogério Ceni e Muricy Ramalho. O goleiro adiou a aposentadoria por um ano, enquanto o treinador estendeu seu vínculo por mais duas temporadas.

O JOGO - Em posição de definir o futuro de pelo menos duas equipes ameaçadas de rebaixamento, o São Paulo foi a campo com seus titulares, enquanto o pressionado Coritiba não pode contar com o goleiro Vanderlei, um dos destaques da equipe neste Brasileirão. Ele foi liberado para acompanhar o velório de sua mãe.

Precisando apenas de si mesmo para evitar a queda, o Coritiba tomou a iniciativa da partida e tentou acelerar no início, mantendo-se no ataque, esboçando pressão. O São Paulo, contudo, logo acalmou a partida e passou a cadenciar o ritmo. Aos 6 minutos, criou sua primeira boa chance quando Ganso acertou o travessão.

O Coritiba mostrava maior volume de jogo, mas chegava com menor perigo. A primeira oportunidade surgiu com Júnior Urso, aos 26. Ele tabelou com Carlinhos, entrou na área pela direita, mas mandou por cima do gol. Quatro minutos depois, Leandro Almeida escorou de cabeça na área e o zagueiro Luccas Claro bateu de canhota quase dentro da pequena área: 1 a 0.

O gol reduziu ainda mais o ritmo da partida. Sem maiores pretensões, o São Paulo passou a jogar em ritmo de treino, enquanto o Coritiba desacelerava, satisfeito com a ligeira vantagem no placar, nos minutos finais da primeira etapa.

No segundo tempo, o Coritiba foi quem levou perigo pela primeira vez. Aos 9, Alex iniciou trama na intermediária e completou o lance com um forte chute no travessão. As boas jogadas, porém, voltaram a tornar raras na metade da etapa.

As pasmaceira foi quebrada por Reinaldo, que bateu cruzado e rasteiro dentro da área. O goleiro Vaná apenas assistiu a bola passar rente à trave esquerda, aos 28. Na sequência, Lincoln, que entrara no lugar de Alex, cruzou da direita e viu Antônio Carlos completar contra o próprio gol. A bola acertou o pé da trave e saiu.

Satisfeitos com o resultado, os dois times mantiveram o jogo no meio-campo, com raras investidas de maior perigo nos minutos finais. Em festa, a torcida do Coritiba empurrou o time, que ainda tentava investidas tímidas no ataque. Com o apito final, os paranaenses comemoraram a vitória e a garantia de seguir na Série A em 2014.

SÃO PAULO 0 x 1 CORITIBA

SÃO PAULO - Rogério Ceni; Edson Silva, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Reinaldo; Denilson (Lucas Evangelista), Douglas e Paulo Henrique Ganso; Ademilson (Aloísio), Welliton (Silvinho) e Luis Fabiano. Técnico: Muricy Ramalho.

CORITIBA - Vaná; Victor Ferraz (Germano), Luccas Claro, Leandro Almeida e Diogo; Willian e Júnior Urso; Gil, Alex (Lincoln) e Carlinhos (Chico); Julio Cesar. Técnico: Tcheco (interino).

GOL - Luccas Claro, aos 30 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Denilson, Luis Fabiano, Victor Ferraz, Rodrigo Caio, Vaná e Junior Urso.

ÁRBITRO - Pablo dos Santos Alves (ES).

RENDA - R$ 96.302,00

LOCAL - Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?