Publicidade

11 de Janeiro de 2014 - 15:09

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Depois de chegar à seleção brasileira, Cortez parece não conseguir mais cavar seu espaço. Neste sábado, o jogador informou que rescindiu seu contrato com o Benfica, de Portugal, e que poderá voltar ao Brasil. O lateral-esquerdo pertence ao São Paulo, mas o técnico Muricy Ramalho não dera utilizá-lo nesta temporada, uma vez que já conta com Reinaldo e Carleto para a posição.

"Ainda não sei onde vou jogar neste ano. Recebi muitas sondagens de clubes do Brasil e do exterior. Meus empresários estão definindo o melhor para minha carreira. Comentei com eles que gostaria de voltar ao futebol brasileiro para ficar perto de meus familiares e também por acreditar que é o lugar ideal para mostrar tudo o que sei", comentou o jogador, que tinha contrato com o Benfica até o meio do ano.

O lateral foi encostado no São Paulo ainda no Campeonato Paulista. Negociado com o Benfica, fez apenas seis jogos pelo clube português, ficando ainda mais sem espaço depois de setembro, quando o também brasileiro Guilherme Siqueira foi contratado junto ao Granada, da Espanha.

Apesar de Guilherme, que tem postura ofensiva, ser o titular do time, Cortez culpa o esquema tático do técnico Jorge Jesus. "O Jesus atua com laterais quase que exclusivamente defensivos, então estava difícil buscar espaço entre os titulares. É uma maneira de jogar que não estou acostumado. Cheguei a seleção brasileira pelo meu diferencial de apoiar bem o ataque", lembrou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprova o retorno de Dunga para o comando da Seleção Brasileira?