Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 19:25

Por Daniel Batista - Agencia Estado

Compartilhar
 

O presidente da CBF, José Maria Marin, e o vice-presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, garantem não vão aceitar uma "virada de mesa" no Brasileirão e que vão lutar para que apenas a lei seja cumprida, seja ela favorável a quem for, independentemente dos clubes envolvidos.

"Se tiver jogador irregular e perder pontos, e isso levar ao rebaixamento, não tem como consertar. Não tem virada de mesa. É apenas o comprimento da legislação", disse Del Nero, em entrevista à Rádio Globo.

Já Marin fez questão de ressaltar a credibilidade da CBF. "Estou acompanhando de perto o que está acontecendo. Cabe às partes envolvidas solicitarem as providências cabíveis junto à justiça especializada. Enquanto nós estivermos à frente da CBF, isso (virada de mesa) jamais vai acontecer", garantiu o presidente.

Portuguesa e Flamengo podem ser punidos por escalarem jogadores de forma irregular na última rodada do Brasileirão. Heverton foi suspenso por dois jogos em julgamento realizado na sexta-feira passada, mas cumpriu apenas um de gancho. A procuradoria do STJD alega que ele não deveria ter enfrentado o Grêmio no domingo, enquanto a Lusa diz que só foi comunicada sobre a pena na segunda e, então, a punição vale apenas para 2014.

Caso a Portuguesa seja condenada, vai perder três pontos pela punição prevista no regulamento e mais os pontos conquistados no jogo com o Grêmio. Como o confronto acabou empatado, o time do Canindé perde mais um ponto e totaliza quatro a menos, resultado que causaria seu rebaixamento e salvaria o Fluminense da queda para a segunda divisão.

Já o Flamengo teria escalado o lateral-esquerdo André Santos irregularmente. O jogador foi expulso na partida contra o Atlético-PR, na final da Copa do Brasil, e atuou contra o Cruzeiro, sábado, pela última rodada do Brasileirão. O clube alega que o lateral já havia cumprido a pena ao não enfrentar o Vitória no dia 30 de novembro, também pelo campeonato nacional.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você pretende substituir o ovo de Páscoa por outros produtos em função do preço?