Publicidade

19 de Dezembro de 2013 - 10:13

Por Carla Araújo - Agencia Estado

Compartilhar
 

A taxa de desemprego na Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) caiu de 9,6% em outubro para 9,4% em novembro, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) divulgada nesta quinta-feira, 19, pela Fundação Seade e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O ligeiro recuo do desemprego no mês passado é resultado do aumento do nível de ocupação no setor de Indústria de Transformação (2,1%, ou criação de 35 mil postos de trabalho) e nos Serviços (0,5% ou 26 mil). Houve redução na Construção (-1,1% ou 8 mil) e no Comércio e Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas (-1,3% ou eliminação de 24 mil postos).

O total de desempregados na RMSP em novembro foi estimado em 1,024 milhão de pessoas, 21 mil a menos que em outubro. A taxa de participação, ou a proporção de pessoas com idade a partir de dez anos incorporadas ao mercado de trabalho como ocupadas, ficou estável, em 62,5%.

Ainda de acordo com a pesquisa, o rendimento médio real dos ocupados na RMSP em outubro avançou 2,3% em relação a setembro, passando a R$ 1.838. Já o rendimento médio real dos assalariados subiu 1,0%, para R$ 1.791.

A taxa de desemprego no conjunto das seis regiões metropolitanas caiu em novembro em relação a outubro, passando de 9,8% para 9,5% no período. De acordo com a Seade e o Dieese, o nível de ocupação nas regiões permaneceu estável, ao variar 0,2%, com a criação de 44 mil postos de trabalho. A pesquisa foi realizada nas regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Salvador e São Paulo. Nesse levantamento, a região do Distrito Federal não foi avaliada.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?