Publicidade

23 de Dezembro de 2013 - 15:52

Por Fernando Faro - Agencia Estado

Compartilhar
 

Aloísio não sairá do São Paulo mesmo com proposta do futebol chinês. Quem garante é o vice de futebol, João Paulo de Jesus Lopes. O dirigente rebateu as notícias de que o atacante interessa ao Shandong Luneng - que contratou recentemente o técnico Cuca - e disse que pretende mantê-lo no clube quando terminar o vínculo de empréstimo, no meio do ano que vem.

"Não nos interessa nem um pouco liberar o atleta, que se mata em campo, dá o sangue pelo time e tem contrato conosco. É do nosso interesse que ele, inclusive, fique depois do término do vínculo e conversaremos com ele e seu empresário para resolvermos isso", afirmou o dirigente.

Não é a primeira vez que a China tenta levar o atacante. O próprio Aloísio revelou em entrevista coletiva que recebeu uma proposta no primeiro semestre e não quis nem ouvir por não achar ser o momento de deixar o clube. Agora, no entanto, ele cobra um aumento salarial e não descarta a hipótese de se transferir. O São Paulo, por sua vez, quer uma prorrogação do empréstimo para dar o reajuste pedido.

Aloísio terminou o ano empatado na artilharia da equipe ao lado de Luis Fabiano com 22 gols marcados e ainda esteve em campo em 71 partidas. O "Boi Bandido" caiu nas graças da torcida com seu estilo aguerrido e ganhou até camisa personalizada do departamento de marketing. Na reta final da temporada ele desbancou Luis Fabiano do posto de titular intocável e colocou o camisa 9 no banco de reservas.

A reportagem tentou contato com Eduardo Uram, empresário do jogador, mas o celular estava desligado.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?