Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 20:07

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

O "grupo da morte" da Liga dos Campeões da Europa confirmou a sua fama ao final da sexta e última rodada. Nesta quarta-feira, com muita emoção nos dois jogos, Borussia Dortmund, Arsenal e Napoli encerraram o Grupo F com os mesmos 12 pontos - fato inédito na história da competição. O time alemão, atual vice-campeão, por pouco não foi eliminado. Marcou o gol salvador aos 42 minutos do segundo tempo para derrotar o Olympique de Marselha por 2 a 1, na França. Em Nápoles, a equipe italiana fez 2 a 0 nos ingleses, que mesmo assim conseguiram a classificação às oitavas de final.

As vagas de Borussia Dortmund e Arsenal vieram no primeiro critério de desempate da competição. Pelo confronto direto entre as três equipes, o time alemão passou como o primeiro colocado por ter um 1 gol positivo de saldo. O clube inglês ficou com a segunda colocação com saldo zero. E o Napoli tem de se contentar com a Liga Europa por ter ficado com a terceira posição, com saldo negativo de 1 gol. O Olympique de Marselha foi o lanterna, sem um ponto sequer.

No estádio Velodrome, em Marselha, o Borussia Dortmund só precisava de uma vitória simples para avançar. Como favorito, começou o jogo de forma arrasadora e abriu o placar com o gol do atacante Lewandowski logo aos quatro minutos. O que os alemães não esperavam era sofrer o gol de empate pouco tempo depois, aos 14, feito por Khalifa.

Até o intervalo, apesar do empate, o Borussia Dortmund estava conseguindo uma vaga porque Napoli e Arsenal estavam em um equilibrado 0 a 0 no estádio San Paolo, em Nápoles. Os italianos tiveram uma boa chance com o argentino Higuaín e os ingleses assustaram com Cazorla - o goleiro Rafael, ex-Santos, fez uma grande defesa em chute cruzado.

No segundo tempo, o drama aumentou muito nas duas partidas. Na França, o Borussia Dortmund estava com um jogador a mais - Payet foi expulso -, mas não conseguia furar a retranca do Olympique de Marselha. Para complicar a sua situação, o Napoli abriu o placar contra o Arsenal, aos 28 minutos, em um chute cruzado e rasteiro de Higuaín.

A partir de então, as vagas eram de Arsenal e Napoli. Só restou ao Borussia Dortmund atacar de qualquer maneira e a recompensa veio com o gol de Grosskreutz, aos 42 minutos, em um chute mascado que o goleiro Mandanda não conseguiu espalmar. Os alemães estavam se classificando e tirando os italianos da competição, que poderiam avançar também com uma vitória por três gols de diferença. Conseguiu o segundo - com Callejón, aos 47 -, mas insuficiente para ir às oitavas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?