Publicidade

18 de Dezembro de 2013 - 19:46

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Principal nome do Atlético-MG, Ronaldinho Gaúcho admitiu a tristeza e o abatimento pela derrota para o Raja Casablanca por 3 a 1, nesta quarta-feira, em Marrakesh, no Marrocos. Com o vexame diante dos donos da casa, o time mineiro não conseguiu a vaga na final do Mundial e terá agora que disputar o terceiro lugar, no sábado, contra Guanghzou Evergrande.

"Não tem como não estar abalado. A expectativa era muito grande. É duro aceitar essa derrota", disse Ronaldinho Gaúcho, na saída do gramado, após ter sido cercado por alguns jogadores do Raja Casablanca, que aproveitaram a ocasião para reverenciar o ídolo - pediram o uniforme do astro brasileiro e chegaram a levar até a chuteira dele como recordação.

Ronaldinho Gaúcho marcou o único gol atleticano, numa linda cobrança de falta no segundo tempo. Mas não conseguiu evitar a derrota. Segundo ele, o time marroquino foi mais feliz nas conclusões. "O jogo foi muito parelho, as duas equipes tiveram muitas oportunidades. Eles concluíram melhor e aproveitaram no final, quando a gente já estava no desespero", avaliou.

Na rápida entrevista, Ronaldinho Gaúcho ainda fez questão de fazer um balanço positivo do ano atleticano, que teve a conquista do título inédito da Libertadores. E tentou projetar o futuro. "Agora é manter a cabeça fria. É assimilar e ver o que resta", afirmou o astro, que disputará agora o terceiro lugar do Mundial no sábado, em Marrakesh.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?