Publicidade

13 de Janeiro de 2014 - 18:22

Por AE - Agencia Estado

Compartilhar
 

Entre os mais de 400 votos que recebeu para ganhar o Prêmio Bola de Ouro pela segunda vez na carreira (a primeira foi em 2008), Cristiano Ronaldo recebeu a indicação de Luiz Felipe Scolari, que escolheu o português como melhor do mundo em 2013. Responsável por levar o jogador à seleção de Portugal em 2003, Felipão foi todo elogios ao pupilo, que hoje defende o Real Madrid.

"Eu acho muito justo. Não apenas por este ano, mas a soma de todo o trabalho do Cristiano Ronaldo de muitos anos. Ele é um jogador que tem feito um esforço para melhorar a cada ano. E a todo ano ele bate seus recordes. Então, normalmente ele estava sendo indicado. E neste ano, por absoluta certeza, absoluta confiança e por tudo aquilo que ele fez, acho que o voto nele sendo o melhor do mundo foi correto", comentou Felipão, via assessoria.

O técnico da seleção brasileira também foi pé quente na escolha do melhor treinador de 2013, uma vez que votou no vencedor, o alemão Jupp Heynckes, que ganhou tudo que disputou com o Bayern de Munique.

"Muito merecedor. Pelo trabalho e por tudo o que conquistou nesse último ano. E pelo trabalho de anos anteriores também. Mas, pela maravilha com que a equipe do Bayern de Munique se portou no ano passado nas conquistas de títulos em que disputou. E da forma como o Jupp Heynckes conseguiu passar tudo aquilo que ele queria aqueles jogadores. Acho que é um prêmio super merecido", argumentou.

VOTOS - Não foi só Felipão que votou em um jogador próximo a ele. Como não há restrições na hora de votar, o capitão da Colômbia (Mario Yepes) votou em Radamel Falcão como melhor do mundo. O mesmo fizeram os capitães da França (Lloris) com Ribèry, da Itália (Buffon) com Pirlo, da Holanda (Van Persie) com Robben e do Uruguai (Lugano) com Suárez.

Outros capitães preferiram apontar colegas de clube. Messi mesmo votou em três do Barcelona: Iniesta, Xavi e Neymar. Foram os casos do bósnio Pandev, que deu um voto a Cavani, com quem jogou no Napoli, do montenegrino Vucinic, que escolheu Pirlo, também da Juventus, como terceiro melhor do mundo, e do peruano Claudio Pizarro, para quem o colega Franck Ribèry é foi o melhor de 2013.

Entre os votos curiosos, destaque para o turco Arda Turan, do Atlético de Madrid, que escolheu Mesut Özil, jogador que saiu do Real Madrid no meio da temporada, desvalorizado. Yaya Touré recebeu votos de apenas dois atletas e dois votos importantes: de Samuel Eto'o e de Didier Drogba.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?