Publicidade

23 de Dezembro de 2013 - 12:01

Por Marcio Dolzan e Sílvio Barsetti - Agencia Estado

Compartilhar
 

Favorito para ser titular do ataque brasileiro na Copa do Mundo, Fred está confiante em um rápido retorno a sua melhor forma. Após desfalcar o Fluminense por mais de três meses, o atacante acredita que em dois meses estará com 100% de suas condições físicas, de olho no Mundial.

"Em dois meses estarei no auge da minha forma física. Estou 100% recuperado, já trabalhando a parte física e de reforço muscular, treinando de forma intensiva para voltar na temporada de 2014. Estou pronto para o Fluminense e para a seleção brasileira", declarou o jogador, em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo.

Fred revelou que iniciou sua preparação física no complexo esportivo da Disney, em Orlando, nos Estados Unidos. "O Fluminense fez um jogo treino contra o Cruzeiro aqui e com isso busquei informação sobre a estrutura e vi que tinha tudo que precisava. Com isso, resolvi unir o útil ao agradável. Treinei vários dias de manhã enquanto a minha família estava nos parques da Disney e à tarde eu os encontrava nos parques."

Após esse período especial de treinos, Fred avisa que vai se apresentar ao Fluminense no início de janeiro. "Vou me apresentar ao Fluminense no dia 8 de janeiro. Estou pronto e 100% curado. Se Deus quiser, estarei em campo para o primeiro jogo do time no Carioca, contra o Madureira."

Motivado pela boa recuperação, o atacante avalia que a seleção brasileira terá dificuldades na Copa desde a fase de grupos, quando enfrentará Croácia, Camarões e México. "Todas as seleções vão nos colocar dificuldades. Mas a seleção brasileira está preparada para entrar e vencer qualquer equipe. Acho que é um grupo equilibrado, com seleções de muita força. No futebol, a gente sabe que não pode dar mole, são 11 contra 11 e as dificuldades em Copa do Mundo são grandes."

Os obstáculos devem aumentar nas fases seguintes, admite Fred. "Será um desafio ainda maior. Mas antes de pegar essas duas seleções, temos de fazer um bom trabalho na primeira fase. O mais importante é a estreia e conseguir um bom resultado, o que dá moral e traz o torcedor para mais perto."

Questionado sobre uma almejada final da Copa, Fred diz sonhar com uma decisão contra uruguaios ou argentinos. "Seria uma final histórica com qualquer uma das duas seleções pela história e pela rivalidade entre elas e o Brasil. Um clássico por ser Brasil x Argentina e uma revanche pela Copa de 50 com Uruguai. Na Copa das Confederações, o adversário em que encontramos a nossa maior dificuldade foi o Uruguai. Com certeza são os dois maiores adversários nossos."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?