Publicidade

07 de Janeiro de 2014 - 12:31

Por Rio - Agencia Estado

Compartilhar
 

Em busca do apoio do PT à candidatura do atual vice Luiz Fernando Pezão à sua sucessão, o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), teceu elogios aos petistas Rodrigo Neves, prefeito de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, e Zaqueu Teixeira, secretário estadual de Assistência Social, em discurso durante inauguração da nova sede (provisória) da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, na manhã desta terça-feira (07).

Neves antecedeu Teixeira na pasta. Além da Assistência Social, o PT ocupa a Secretaria do Ambiente no governo Cabral. O senador petista Lindberg Farias, no entanto, trava uma luta interna para que o partido deixe o governo o mais rápido possível, a fim de estruturar sua candidatura à sucessão de Cabral.

"É importante que vocês saibam que aqui tem um prefeito que desde janeiro de 2013 zela pela cidade. Niterói, de fato, carecia de uma série de investimentos, dentre eles, em segurança. Nós entramos aqui, o Pezão entrou aqui com equipe de infraestrutura fazendo obras, pavimentações. O Rodrigo pegou a prefeitura muito fragilizada, e foi um 'somando forças' aqui", discursou Cabral, fazendo alusão ao slogan de sua administração.

E continuou: "Me lembro, Rodrigo e Zaqueu, vocês estavam do meu lado, quando houve a questão da dengue seríssima em 2008. O prefeito do Rio estava deixando a cidade. E a gente assumiu, foi um desgaste, né Pezão? Fomos para a rua estabelecendo as tendas de hidratação porque a população não queria saber se o mosquito era municipal, estadual ou federal. Segurança pública é dever de todos também", afirmou o governador.

Também presente à solenidade, o vice-governador Luiz Fernando Pezão também fez afagos no petista Rodrigo Neves. "A nossa parceria em 2013 foi muito intensa e tenho certeza que em 2014 vai ser mais intensa ainda. Rodrigo, a sua luta, seu companheirismo, mostram a sua dedicação numa área que foi o segredo dos nossos sete anos. Conseguimos avançar muito na segurança quando o Eduardo Paes assumiu a prefeitura (do Rio). Estabelecemos diversas parcerias que possibilitaram a gente avançar muito".

Por sua vez, Neves também exaltou os feitos do governo Cabral. "Nós mudamos o paradigma da segurança pública no Rio de Janeiro com o governador Sérgio Cabral. Eu estou prefeito agora, mas fui deputado (estadual) por duas vezes. E me lembro que deputado indicava comandante de batalhão e titular de delegacia nesse Estado. E hoje há uma diretriz absolutamente técnica, que é conduzida muito bem pelo secretário (José) Mariano Beltrame".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?